Alice in Wonderland – Trailer

22/07/2009
Os efeitos especiais foram criados para Burton usar na sua Wonderland, o mundo é que ainda não sabia.

Paranoid Park

21/07/2009

Gus Van Sant decidiu visitar a adolescência através de um parque imaginário.

É verdade que a história já existia em livro, mas ela foi modificada e melhorada neste filme. Não só Van Sant nós entrega uma carga de tensão grande, como transmite uma quantidade de sentimentos de forma detalhada, apenas com imagens. É notável!

O filme passa o tempo a “visitar” o que não existe e a dar-lhe forma. Por exemplo, querem melhor analogia do que a dos skaters com o tempo da adolescência? (viver sobre rodas e ao saltar, tanto se poder cair num terreno firme, como numa agreste ou até chegar mesmo chegar a cair)

Um destaque especial para a belíssima fotografia (que incrivelmente não têm efeitos especiais, pormenor importante perante as novas “fotografias”) de Christopher Doyle e Kathy Li . A imagem de Alex a caminhar enquanto folhas amarelas caiem, não sairá tão cego da cabeça.

4/5


Vicky Cristina Barcelona

15/07/2009

Woody Allen define o seu público em Vicky Cristina Barcelona. Se obras aclamadas como Annie Hall ou Manhattan serviram para trazer todo o público ao seu mundo (por culpa do próprio que se perdia em palavras), este novo filme serve para mostrar a outra fase. É como se o Woody também continuasse a sua busca por algo que ele não sabe o que é.

Pega na câmera, nos seus actores (Rececca Hall está maravilhosa), em música, nas suas habituais ideias e leva tudo para Barcelona (ou outra cidade qualquer, logo que não seja na América) e cria um drama frio e cerebral.

É também possível fazer, neste filme, um interessante exercício de caça as mentiras: Verão? Outono; Espanha? Finlândia; amor? medo; felicidade? inspiração.

4/5

A nota pode parecer demais, e até me posso arrepender quando rever em DVD, mas não é todos os dias que um filme toca em assuntos tão interessantes de forma tão artística. Isto é muito mais que um Woody anual. 

Quadro (quase) perfeito.

15/07/2009

Vicky Cristina Barcelona

Life is the ultimate work of art.

A frase só aparece no poster, mas também faz parte do filme.

Mortos-vivos!

06/07/2009

Letters for Iwo Jima


Coisas.

06/07/2009

Coisa 1: O blog continua meio desactualizado a nível de filmes. Não que não ande a ver muitos, porque ando, nem que não queira partilhar, porque quero. O tempo é que é pouco.

Coisa 2: Apenas mais 2 semanas e o blog ficará mais preenchido (isto não é uma promessa). Esse será o período onde imagino voltar com textos para o Hotnews, até porque tenho contas por pagar n´ A Ressaca, e no Deixa-me Entrar.

Coisa 3: Entretanto, descobri que o novo filme de Wes Anderson está agendado para 5 de Novembro em Portugal com o título “O Fantástico Senhor Raposo”.

Coisa 4: E como pièce de résistance deste inútil post, vi que segundo os parametros do google existem pessoas a chegar ao Sicher Kino, pesquisando por “o q siguinifica bille jean”.


Frases pendentes [1]

25/06/2009

“Oh God will I ever be good again?”

in The Life Aquatic.


Publicidade gratuita e inveja.

24/06/2009

Descobri recentemente onde adquirir o filme A Juventude em Marcha de Pedro Costa. Incrivelmente será em Espanha, já que Portugal parece não precisar de cinema. Pelo menos se for feito cá. Ou se calhar, basta que seja falado em português e já é mau (sim existe a exclusão dos “clássicos”, mas sobre esses nem vale a pena me pronunciar).

O Meu Querido Mês de Agosto também vai sair em DVD, mas na Argentina. Um sítio um pouco complicado para comprar o filme. Em Portugal, o filme continua á deriva, sem rumo.

(sei que não tem nada haver com o caso, mas já agora aproveito para manifestar a minha tristeza ao continuar a ver as caixas de Zurlini, na Fnac, a ganhar pó)